segunda-feira, 26 de setembro de 2016

BANHISTAS (NUS) PRESOS NAS PITANGUEIRAS

A Folha da Manhã de 8 de maio de 1932 noticiou a prisão de quatro marmanjos que costumavam nadar nus no Rio Guapeva, nas proximidades do bairro das Pitangueiras, em nossa cidade.


Acreditamos que a "praia" ficava na região por onde hoje passa a avenida Odil de Campos Saes, pois o jornal dizia que era um ponto de passagem das funcionárias das fábricas de tecidos da Vila Arens (Argos, São Bento, Milani, Japy), o que talvez entusiasmasse os folgados. 

A observar que era maio, e nessa época o clima em nossa cidade não é muito propício a banhos de rio. 

Levados ao xadrez, foram soltos após pagarem "a carceragem" - o que seria isso? Algo que muitos propõem hoje, com os pressos pagando as despesas que geram? Ou seria uma espécie de fiança? 

Ignora-se também se a lição serviu aos banhistas...






Nenhum comentário:

Postar um comentário