quarta-feira, 16 de março de 2016

ESPORTIVA - QUASE SÓ SAUDADE

A  velha e querida Associação Esportiva Jundiaiense, foi fundada em 1926 por funcionários da  Cia. Paulista de Estradas de Ferro.
Instalada inicialmente às margens do rio Jundiaí, reunia praticantes de futebol, atletismo, basquete e boxe; havia também  barcos para passeios e pesca no rio. Em 1929 transferiu-se para a então Chácara das Laranjeiras, onde se situou sua sede social, hoje demolida para a construção de prédios de apartamentos - a área foi vendida para quitar dívidas trabalhistas
A área ocupada pela Esportiva formava um quadrilátero, delimitado pelas ruas XV de Novembro, Padroeira, Torres Neves e Avenida União dos Ferroviários, por onde anteriormente passavam os trilhos da Sorocabana.
Ali foi  construída a melhor e mais bonita quadra de basquete da cidade; em 1931 a Esportiva conquistou o título municipal da modalidade. 
Em 1932 iniciaram-se as obras de sua primeira piscina e do prédio sede, o saudoso "Chalé" (de madeira) que servia também para aulas de ginástica, esgrima, tênis de mesa, etc. Em meados dos anos 60, adquiriu sua sede de campo, ao mesmo tempo em que iniciou as obras do ginásio em sua sede central, inaugurado em 1972.
A Esportiva sempre foi uma  força nos sportes coletivos, tendo sido pioneira na prática do basquete, voleibol e futebol de salão; uma de suas primeiras equipes aparece na foto ao lado, preparando-se para jogar na quadra antiga, com arquibancadas de madeira.
Em sua edição de 14 de maio de 1937, o jornal “Folha da Manhã”, de São Paulo, noticiava a realização do campeonato de voleibol (o esporte era chamado “volebol”) da Esportiva, com as escalações das equipes, que eram chamadas “turmas” – membros de tradicionais famílias de nossa cidade ali aparecem, como mostra o recorte ao lado. 
Já em 4 de fevereiro de 1940, o  mesmo jornal noticiava a eleição de sua nova diretoria, presidida por Benedicto d’Olival Fray,  composta por diversas personalidades de renome - ao final deste texto, a notícia. Como curiosidade, Fray fora o capitão da "Turma América", que disputara o campeonato de vôlei de 1937.
Grandes atletas defenderam as cores da Esportiva e do Brasil em eventos internacionais, dentre eles o medalhista olímpico no salto triplo Nelson Prudêncio,  o halterofilista Paulo Batista de Sene e Jurandir Ienne, do atletismo, ambos  campeões sul americanos; o prof. Hélio Maffia, figura de proa do esporte nacional, também foi atleta e treinador de equipes da Esportiva.
Também a atriz jundiaiense Eloisa Mafalda, nome artístico de Mafalda Theotto, foi atleta esportivana, tendo disputado na adolescência,  com sucesso, inúmeros campeonatos de natação.
É muito triste constatar  que o atual estilo de vida, que tornou menos importantes os clubes; isso, somado a algumas administrações ruinosas, levou um clube tão tradicional à triste situação em que se encontra a Esportiva, hoje reduzida a um punhado de sócios que se encontram em sua sede de campo, na estrada que liga nossa cidade a Itatiba.

Um comentário:

  1. Meus filhos: Pascal e Leonardo começaram a jogar Futsal na Esportiva, isso lá pelo ano de 1988. E o Pascal já faz mais de 10 anos está jogando Futsal na Itália...mas tudo começou na Esportiva.

    ResponderExcluir