quarta-feira, 23 de agosto de 2017

BASQUETE: JUNDIAÍ BRILHOU NOS JOGOS PAN-AMERICANOS DE 1987

Oscar
Os Jogos Pan-Americanos, disputados em agosto de 1987 foram marcantes para o esporte brasileiro. 

Acostumados a dominarem os Jogos, os Estados Unidos brilharam ainda mais na competição que sediaram. Das 326 medalhas de ouro distribuídas em Indianapolis, 168 foram para atletas norte-americanos, que subiram 369 vezes ao pódio, mais do que Cuba e Canadá, segundo e terceiro colocados, juntos. 

Marcel, ainda bem jovem
No entanto, no basquete masculino, um dos orgulhos dos americanos, eles decepcionaram e acabaram perdendo para o Brasil em um dos momentos marcantes da história do esporte: foi a primeira vez que o time americano perdeu um jogo em casa, a primeira vez que foi derrotado em finais e  a primeira vez em que tomou mais de cem pontos diante de seus torcedores. Além disso, o Brasil quebrou uma invencibilidade de 34 partidas oficiais do time  americano de basquete. 

O ouro ganho pelo Brasil foi um dos fatores que  levaram os EUA a mais tarde convocarem atletas profissionais para  sua seleção, que chegaria ao ápice com o Dream Team de 1992.

O time brasileiro não assustava os americanos. Segundo seu técnico, bastava uma marcação forte em cima de Oscar e Marcel (um dos jundiaienses do time, ao lado de André e Maury, que não jogaram na final), que arremessavam com muita precisão.


Maury, já veterano
André e o técnico Ary Vidal
A linha dos três pontos havia sido  adicionada às regras do jogo há cinco anos; era ainda inexplorada por muitos. E foi assim que o Brasil venceu os EUA, explorando os arremessos de três de Marcel e Oscar, que havia anotado apenas 11 pontos no primeiro tempo, mas que no segundo, anotou 35. Encaixou nada menos do que seis bolas de três e terminou a partida com 46 pontos, tendo acertado 7 arremessos de 3 pontos, em 15 tentativas (46,7%). Marcel repetiu Oscar e marcou apenas 11 pontos na etapa inicial e mais    mais 20 na segunda etapa, terminando a partida com 31 (na época o jogo não era dividido em quartos, como hoje). Os dois, juntos, anotaram 55 dos 66 pontos do Brasil no segundo tempo.  

O jogo, disputado no dia 23 de agosto de 1987, terminou 120 a 115, com um primeiro tempo de 68 a 54 para os americanos - como dizem os fãs do esporte, "de virada é mais gostoso".

Aqui, um vídeo relembrando o jogo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário