sexta-feira, 25 de maio de 2018

1915: A BRUXA ESTAVA SOLTA NA RUA BARÃO DE JUNDIAÍ


A imprensa noticiou que na manhã de 12 de setembro 1915, José Chinchinato fraturou a perna quando caiu do cavalo na Rua Barão.

Momentos depois, passava pelo local um carro guiado pelo "chauffeur" Antonio Vidille, que atropelou um pedestre.

Vidille foi imediatamente preso! O atropelado foi levado ao Hospital São Vicente, tendo seus ferimentos sido considerados leve, o que levou à libertação de Vidille, mediante fiança - o inquérito prosseguiu, com o delegado de Polícia ouvido algumas testemunhas.

Acreditamos que se esses procedimentos fossem adotados hoje iria faltar cadeia...



Nenhum comentário:

Postar um comentário