domingo, 21 de maio de 2017

VIGORELLI – UM GIGANTE DERROTADO

Uma visão da fábrica e de seu conjunto residencial
A Vigorelli foi um dos gigantes que ajudaram a construir a grandeza de nossa cidade.

Os Franco, família de judeus italianos chefiada pelo patriarca Giuseppe, imigraram para o Brasil em função do início da 2ª. Guerra Mundial.   Chegaram a São Paulo em 1940, dedicando-se ao comércio; terminada a guerra, passaram a dedicar-se à importação e exportação, criando a Importadora e Exportadora Francolite Ltda. (1947).

Anúncio da Vigorelli italiana
Inicialmente, importavam "kits" de máquinas de costura do Japão e da Itália para montagem no Brasil, o que era feito em um barracão na Rua Turiassú,   Pompéia, em S. Paulo. Os "kits" italianos provinham da Vigorelli Italiana, sediada em Pavia, cidade situada na região da Lombardia, no norte da Itália.

Mais tarde, obtiveram dos italianos licença para fabricação das máquinas e  adquiriram no bairro da Bela Vista, em nossa cidade,  um grande terreno onde começaram, em 1952 a construção da fábrica, que foi inaugurada pelo Governador Lucas Nogueira Garcez em abril de 1953. Parte desse terreno é hoje ocupada pelo Jundiaí Shopping. 

Para a montagem e operação da fábrica, contrataram o engenheiro Carlo Kummer, que trouxe consigo cerca de 15 técnicos especializados, todos originários de outra indústria italiana de máquinas de costura, a Necchi, também localizada em Pavia; dentre esses, os saudosos Carlo Farina, Luciano Galbarini, Matteo Vaira e Luciano Museli, que constituíram família em nossa cidade.

  Vigorelli fabricada em Jundiaí
A Vigorelli operou até 1984, tendo além das máquinas de costura (500 unidades/dia de  diversos tipos),  fabricado  móveis,    máquinas operatrizes,   cintos de segurança (os primeiros produzidos no Brasil),   hidrômetros, barcos de pesca  e  armas leves,  como submetralhadoras. 

Infelizmente é mais uma empresa que se foi, destruída pela conjuntura econômica da época aliada à má administração. Mas, com certeza, deu sua contribuição à nossa cidade

Abaixo, o certificado de garantia de uma máquina Vigorelli vendida em 1962 - eram 50 anos de garantia!!!!



16 comentários:

  1. Muito bacana esta publicação. Agradeço pelo resgate da História da VIGORELLI no Brasil.

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado, visite-nos sempre, obrigado.

    ResponderExcluir
  3. Finalmente encontrei algo a respeito da historia desta fabrica. É incrível como no Brasil a preservação da memória, seja de indústrias ou mesmo prédios e casas, de altíssimo valor cultural, sejam desprezados e abandonados, na maioria dos casos por anos a fio, com o triste destino de se
    perderem em ruínas e escombros. Agradeço por este trabalho de pesquisa, que foi valiosíssimo, para que eu possa divulgá-lo ao meu círculo de amigos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Francisco!
      Li no blog da Ivani que você tem uma vigorelli, e que tem o manual.
      Também resgasteinuma vigorelli zza robot do descarte, e preciso do manual. É possível você disponibilizar?
      Principalmente porque a instalação da lâmpada interna precisa ser refeita.
      Caso possa meu contato é auriceliadovale@yahoo.com.br
      Grata

      Excluir
  4. Muito grato pela visita. Se vc se interessa pela Vigorelli, vá ao "Acervo Folha" (http://acervo.folha.uol.com.br/busca_detalhada/)e procure a edição da Folha da Manhã de 3 de maio de 1953 - há uma matéria sobre a inauguração da fábrica, inclusive com fotos.

    ResponderExcluir
  5. Que tipo de ligação, se é que teve alguma, a Vigorelli teve com a Taterka Linear aparelhos de som. Eu tinha um aparelho de som simples, vermelho, dessa marca e dentro havia um selo da Vigorelli.

    ResponderExcluir
  6. Caro Joel,

    Obrigado pela visita. Infelizmente, não sou capaz de responder à sua pergunta.

    Sds

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela gentileza de me responder e aproveito para dizer que lá nos início dos anos 70, fui, além de vendedor, técnico assistente de garantias da Vigorelli Robot, ou seja, fazia pequenos ajustes, ensinava procedimentos e afins, quando as Casas pernambucanas começou a vender eletrodomésticos. A Vigorelli foi o seu primeiro produto nessa linha.

      Excluir
  7. Amei a matéria e as dicas. Acabei de ganhar uma modelo robot com pontos lindos. Só não sei como usar. Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita - infelizmente não posso te ajudar; não entendo NADA de costura.... :)

      Excluir
    2. Vera Cristina eu ganhei uma tb.. a minha veio com manual.. se vc quiser posso mandar um copia pra vc por email..

      Excluir
    3. Amei a matéria sobre a Vigorelli.. ganhei uma máquina linda.. muito bem conservada.. procurei sobre ela e achei vc.. obrigada por compartilhar..

      Excluir
    4. Por favor me enviem o manual da máquina Vigorelli Robôt meu email hevanialima@hotmail.com

      Excluir
    5. Por favor me enviem o manual da máquina Vigorelli Robôt meu email hevanialima@hotmail.com

      Excluir
    6. Oi, Helena!
      Também gostaria de receber o manual.
      Meu email: auriceliadovale@yahoo.com.br

      Excluir
  8. eu viajo nesses fatos históricos da nossa cidade

    ResponderExcluir